A qualidade do curso de Pedagogia da UNIFIPA

Postado em: 13/11/2020

Considerado o melhor do Brasil em 2015, curso é 5 estrelas no Guia do Estudante há 3 anos consecutivos. 

            Considerado o melhor do Brasil em 2015, com nota 4 no MEC (índice de 1 a 5) e 5 estrelas no Guia do Estudante há 3 anos consecutivos, o curso de Pedagogia da UNIFIPA, cuja área é voltada ao aprofundamento teórico, com vivências necessárias para formar profissionais capacitados a atuar como professores e gestores, contribuindo para o aprimoramento da Educação Básica, recebe inscrições para o seu vestibular até 02 de dezembro próximo. A novidade deste ano são as formas de ingresso, que podem ser consultadas no edital em www.unifipa.com.br

            Além da infraestrutura completa que a UNIFIPA oferece, o curso possui salas de aulas ergonômicas, climatizadas, equipadas com multimídia, laboratório de informática com lousa digital, espaços educativos acessivos e inclusivos, sala do bebê universitário e colégio próprio para atividades práticas, o Colégio Catanduva, cenário de aprendizagem próprio da Fundação Padre Albino, possibilitando aos alunos atividades práticas que integram projetos e estágios com o objetivo de desenvolver habilidades e competências que envolvem a prática social, a leitura e a escrita.

            A coordenadora Profa. Dra. Silene Fontana, ressalta que o curso de Pedagogia da UNIFIPA é composto por corpo docente com professores mestres e doutores que ministram, também, aulas práticas, extensões e promovem eventos. Os alunos participam de monitorias, atividades complementares, atividades não formais de ensino em espaços externos, oficinas e práticas acadêmicas, elaboram TCC e têm acompanhamento psicopedagógico, se necessário.

            A área de Extensão proporciona cursos extras, sem custos, de assuntos pertinentes à formação; projetos Leitura no Bosque e Cine educativo; GPS da Alegria – Grupo de Pedagogos Solidários da UNIFIPA, desenvolvido no Hospital Padre Albino; Brinquedoteca: jogos e brincadeiras no contexto escolar; Programa de alfabetização de jovens e adultos na prática; desenvolvimento de competências socioemocionais; habilidades em Tecnologias da Informação e Comunicação, com aulas práticas. Os alunos são estimulados à iniciação científica, com apresentação de trabalhos em congressos regionais e nacionais, Trabalho de Conclusão de Curso em formato de artigo para revista, com possibilidade de publicações nacionais e edição de capítulos e livros.

            As oportunidades de estágios são oferecidas em escolas públicas e privadas, Secretarias Municipais de Educação; Secretaria Estadual de Educação; Residência Pedagógica – CAPES e PIBID – CAPES.

            Já graduados, os egressos têm participação ativa em projetos do curso, em bancas de conclusão de curso e feiras de vestibular e inclusão no mercado de trabalho com empregabilidade em redes de ensino pública e privada; ONG’s, órgãos regionais e outros, como assessor, e em instituições que atendam pessoas com deficiência.