2019, um ano para não esquecer.

Se nada mais houvesse a ser comemorado no ano que passou – o que não é verdade – a inauguração do HCC seria, por si só, motivo mais que suficiente para explodirmos de alegria. O Serviço de Radioterapia tão sonhado por todos nós entrou em funcionamento em agosto, depois de mais de dez anos da tomada de decisão para sua construção.

Muitas pessoas que colaboraram para que isso acontecesse, e também aquelas que estão se beneficiando do Serviço, têm nos manifestado sua gratidão e apontado a inauguração da Radioterapia como um marco para Catanduva e região. Em pouco mais de três meses de funcionamento foram realizadas mais de mil sessões de tratamento. É gratificante visitar a recepção da Radioterapia e constatar a felicidade dos pacientes e seus familiares pela facilidade de acesso ao Serviço, o ambiente moderno e agradável, o atendimento carinhoso que recebem de todo o corpo administrativo, técnico e clínico. Percebe-se que por alguns momentos deixam de lado a dor e a preocupação com a doença, reacendendo a esperança de cura.

Cumpre-se, assim, mais uma etapa na grande obra de Monsenhor Albino, sempre voltada ao bem-estar da população como um todo, sobretudo aos mais necessitados. Muitas outras conquistas importantes foram consolidadas ao longo do ano por todos os departamentos da FPA. Não é o caso aqui de enumerarmos uma a uma; apenas reavivar a memória de quem nos lê de que a Fundação, mais uma vez, cumpriu com louvor seu papel de baluarte em serviços de saúde, educação e assistência social para Catanduva e região.

Como já venho anunciando há tempo, a Fundação começa, a partir de agora, um novo ciclo administrativo, com a profissionalização de sua gestão. No dia primeiro de janeiro foi empossada a nova Diretoria Executiva, totalmente formada por profissionais “da casa” com longa experiência administrativa. São eles: Reginaldo Lopes, Diretor Presidente; Heliton Benetelli, Diretor Administrativo e Financeiro; Renata Rocha, Diretora de Saúde e Assistência Social, e Cristiane Procópio de Oliveira, Diretora de Educação. Parabenizando-os pela merecida promoção, desejamos-lhes muito sucesso nessa nova empreitada, com as bênçãos de Deus e proteção do Servo de Deus Padre Albino.

Quanto a mim, aceitei, com renovado entusiasmo, o novo encargo proposto pelo Conselho de Curadores. Junto com mais quatro companheiros fui eleito membro do Conselho de Administração, cabendo a mim a presidência daquele colegiado. Comigo estão, por ora, os companheiros Vicente Chiavolotti, Renato Stuchi, Vanderlei Facchin e Nelson Lopes Martins. Dentro em breve outros quatro voluntários deverão se juntar a nós nessa honrosa e digna missão. Que Deus nos ilumine e nos proteja para o bem da Fundação Padre Albino.

Com isso deixo de ocupar este espaço mensalmente, agradecendo a todos os que me aturaram ao longo dos últimos sete anos e alguns meses. Muito obrigado pela paciência. Se muita coisa do que escrevi não vos pareceu interessante, peço desculpas, porém, tudo que escrevi brotou do coração e do amor que tenho por esta instituição. Se alguém se sentiu incomodado, lamento, mas fui e permanecerei intransigente em defesa da Fundação Padre Albino e das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Brasil; afinal, são eles que sustentam a saúde pública em nosso país. Se algum mérito houve nos textos desse escrevinhador devo ao talentoso Mauro Assi pelo árduo trabalho de editar as mal traçadas linhas.

Afetuoso abraço a todos e o meu desejo de um Ano Novo abençoado e próspero em SAÚDE.

José Carlos Rodrigues Amarante
Presidente da Diretoria Administrativa da
Fundação Padre Albino

Sair